10 dicas antes de viajar para Malta

O arquipélago maltês é um destino na moda que atrai cada vez mais pessoas curiosas. Sol, mar e um rico património cultural atraem quase 2,5 milhões de viajantes todos os anos. Se também estiver a planear viajar para Malta, por favor siga as nossas recomendações para uma estadia bem sucedida.

Viajar para Malta, viagem de canoa
26/11/2020
Compartilhar

#1 Candidatura ao Cartão Europeu de Seguro de Saúde antes de viajar para Malta

O arquipélago de Malta faz parte da União Europeia. Pode, portanto, beneficiar do sistema europeu de segurança social quando viajar para Malta. Lembre-se de encomendar o Cartão Europeu de Seguro de Saúde (CESD) pelo menos 15 dias antes da sua partida.

O Cartão Europeu de Seguro de Saúde é gratuito e permite-lhe ter 100% de cobertura em caso de hospitalização, sem ter de pagar quaisquer taxas antecipadamente. O cartão está também disponível para jovens e crianças que ainda estejam ligados à conta dos seus pais. Uma precaução demasiadas vezes esquecida pelos viajantes.

#2 Utilização de uma plataforma online para reservar alojamento

Quer queira reservar um quarto de hotel, um apartamento ou uma casa, deve sempre dar preferência a plataformas online (Expedia, Hotels, Airbnb, Agoda, Booking, etc.) em vez de reservas directas.

Em Malta, é preciso ter cuidado ao reservar um apartamento. Os proprietários em Malta não têm uma reputação muito boa, uma vez que alguns têm tendência a nem sempre devolver os depósitos.

Os hoteleiros malteses, por seu lado, cometem regularmente erros de registo. Passar pelas plataformas online oferece segurança e garantia adicional. O fardo da discussão interminável recairá sobre a sua plataforma de reservas em caso de problemas. Por outro lado, os preços são surpreendentemente sempre mais baratos nas plataformas de alojamento em linha do que entrando directamente em contacto com o hotel.

Para os estudantes que vêm estudar inglês em Malta, a nossa equipa está aqui para o ajudar com a reserva dos seus cursos de inglês e alojamento. Também o ajudaremos em caso de problemas em Malta.

#3 Evitar gastar dinheiro desnecessariamente

Cartões e comissões bancárias em Malta

Antes de partir, aconselhamo-lo a optar por um cartão bancário com pagamentos e levantamentos gratuitos no estrangeiro. Existem cartões gratuitos do banco N26 que são ideais para viagens.

Uma vez em Malta, retirar sempre dinheiro dos ATMs HSBC ou BOV (Bank of Valletta) para evitar taxas de levantamento. Verá muitos pequenos multibancos por toda a ilha ou nos lobbies dos hotéis. Tenha cuidado se os utilizar, pois custar-lhe-á entre 3 e 5% da taxa de transacção.

Preços afixados e preços pagos

Seja em pequenas ou grandes lojas (Valyou, Lidl, Scotts, Greens, etc.), lembre-se de verificar os seus recibos de vendas. Os preços afixados nas prateleiras nem sempre são os preços pagos no balcão de caixa.

Alguns preços afixados nem sempre estão actualizados, as promoções nem sempre são eficazes, as etiquetas são por vezes misturadas, etc. Para evitar surpresas desagradáveis, dê sempre uma vista de olhos ao seu bilhete directamente depois de ter pago.

Mudança para pequenas compras

Quando viaja no arquipélago maltês tente sempre ter entre 5 e 10 euros em moedas. Por vezes o troco dado quando se faz uma compra é aproximado ou simplesmente não se recebe troco se não se tiver a conta redonda.

Quando comprar um bilhete de autocarro, um Pastizzi ou uma garrafa de água na esquina, tente sempre ter o pagamento exacto. Também deve saber que alguns comerciantes ou condutores de autocarros nem sempre aceitam bilhetes.

#4 Escolher Bus, Bolt ou Cool para se deslocar na ilha

Para as suas viagens durante as suas férias em Malta, aconselhamo-lo a escolher o serviço de autocarro (o transporte público de Malta), o serviço VTC chamado Bolt presente na ilha (alternativa de Uber) ou o serviço de transporte partilhado Cool. Se ficar durante várias semanas, também pode ser interessante para si solicitar o Cartão Tallinja.

Cartão de Bus Tallinja Malta
Carro de transporte Bolt Malta
Transporte partilhado Cool

Embora não seja recomendado, se ainda tiver de utilizar os serviços dos táxis brancos, lembre-se sempre de definir a tarifa com antecedência.

#5 Proteger-se do sol em Malta

O tempo em Malta é um dos bens do arquipélago, mas cuidado com o sol maltês. O índice UV é elevado, especialmente durante os meses de Junho, Julho, Agosto e Setembro. Pode facilmente atingir uma pontuação de 9 ou 10.

Equipe-se em conformidade: óculos de sol, protector solar índice 50, chapéus, etc. Proteja-se o mais possível, a saúde da sua pele irá agradecer-lhe. Prestar atenção extra à protecção de crianças e adolescentes. São mais sensíveis aos efeitos do sol (queimadura solar) e menos conscientes do perigo que este representa.

Pode consultar o índice UV em tempo real antes dos seus passeios.

#6 Estar vigilante no bairro de Paceville

Paceville, o distrito mais animado de Malta em termos de vida nocturna. É muito popular entre turistas e estudantes. Tem muitas discotecas e bares onde se deve estar atento como em qualquer grande discoteca do seu país, especialmente no Verão.

O álcool e a música alta fazem dele um campo de jogos para carteiristas e oportunistas de todo o tipo.

Verifique sempre o montante no terminal de pagamento se tiver de pagar por cartão. O melhor é, claro, deixar o seu cartão bancário em casa. Além disso, mantenha-se atento ao seu telefone e evite deixá-lo sobre uma mesa ou bar.

#7 Não beber água da torneira

A água da torneira em Malta é «meio-potável». Não contém bactérias, mas é parcialmente produzido por um processo de dessalinização. A água do mar é dessalinizada e depois purificada, resultando em água de mau gosto e indigestível por ser altamente clorada. Pode utilizá-lo sem a mínima precaução para a sua casa de banho (duche e escovagem de dentes), no entanto recomenda-se que beba apenas água engarrafada na ilha.

La Still Water e la Natural Water

Em Itália, a água engarrafada encontrada nas lojas é quase sempre água mineral. Em Malta, a maior parte da água encontrada nas lojas é «Still Water» ou «Table Water», ou seja, água não carbonatada, mas não mineral, seguindo o exemplo de marcas como San Michel, Kristal ou Fontana. A água contém muito poucos minerais e, em particular, quase nenhum cálcio.

A água mineral tal como a conhecemos em Portugal está disponível como «Água Natural», é muito mais cara. As principais marcas de água mineral disponíveis nas lojas são Rocchetta, San Benedetto, Acqua Panna e Sant Anna.

#8 Evitar questões políticas

As questões políticas devem ser evitadas nas discussões com o povo de Malta. Os malteses são altamente politizados. De um modo geral, metade dos habitantes da ilha opõem-se fortemente uns aos outros em questões políticas importantes. Isto pode mesmo ser observado dentro da mesma família.

Deve portanto evitar temas como a corrupção, o assassinato da jornalista Daphne Caruana Galizia ou o governo nas suas discussões com os malteses.

#9 Prestar atenção às instruções associadas com as bandeiras de banho

A ilha de Malta, banhada pelo Mar Mediterrâneo, é um destino excepcional para desfrutar do mar, da natação e das actividades aquáticas. Para evitar surpresas desagradáveis durante a sua estadia, por favor siga as instruções indicadas pelas bandeiras. Para evitar correr riscos, seguir a regra dourada de nadar quando a bandeira verde e as bandeiras vermelha e amarela são içadas.

O significado das bandeiras de banho em Malta

A Bandeira Vermelha e Amarela

A bandeira Vermelha e Amarela, indica uma área de natação supervisionada. Os nadadores-salvadores estão presentes para monitorizar a praia. As praias e zonas balneares são, portanto, preferíveis para as famílias.

A Bandeira Verde

A bandeira verde informa-o de que a zona balnear é particularmente segura. A água é calma e segura.

A Bandeira Amarela

A bandeira amarela informa que o risco de nadar é moderado. Ainda é possível ir nadar, mas é preciso ter cuidado com as ondas e com a corrente.

A Bandeira Vermelha

A bandeira vermelha indica um risco elevado associado à natação ou a actividades baseadas na água. Ondas ou correntes fortes estão presentes. Tente encontrar uma praia mais abrigada.

A Bandeira Púrpura

A bandeira púrpura assinala a presença de animais marinhos perigosos. O caso mais frequente é a presença de medusas (jellyfish). São frequentemente muito picantes e podem estragar a sua estadia em Malta.

Não tomar banho quando a bandeira púrpura é hasteada. As picadas de algumas medusas (Mauve stinger, Portuguese Man-O-War, Moon jellyfish, etc.) são muito dolorosas e podem deixar marcas de queimaduras durante vários meses.

A Bandeira Vermelha Dupla

Os banhos são estritamente proibidos e a praia está fechada ao público. Em geral, verá a dupla bandeira vermelha em caso de poluição da água. Por exemplo, isto pode acontecer após fortes chuvas, uma vez que a água corre através das cidades da ilha antes de chegar às baías próximas.

#10 Respeitar os costumes e hábitos da ilha

Ao viajar para o estrangeiro, devem ser feitos esforços para respeitar os costumes locais e manter um comportamento decente.

Viajar para Malta é frequentemente sinónimo de umas férias há muito esperadas e bem merecidas. Férias que por vezes se transformam numa forma de «desleixo» para alguns viajantes, fazendo regras de decoro. Estar no estrangeiro pode dar a ilusão de impunidade, mas a realidade em Malta é bastante diferente e as autoridades maltesas são intransigentes.

Para uma viagem bem sucedida a Malta, basta adoptar um comportamento decente. Seja cortês, seja paciente, não atire o seu lixo para o chão, evite nuances de som, etc. Comportamento que é simplesmente senso comum ou boas maneiras. Lembre-se também que o pequeno país insular é muito católico, por isso evite comportamentos que possam ofender a moral cristã, correndo o risco de atrair a ira dos vizinhos.

Perguntas mais frequentes antes de viajar para Malta

Pode beber água da torneira em Malta?

A água da torneira é potável, não contém bactérias, mas é simultaneamente de mau sabor e altamente clorada, o que a torna indigestível. Por conseguinte, é aconselhável beber apenas água engarrafada quando se viaja para Malta.

É perigoso viajar para Malta?

Malta é um país muito seguro. As principais taxas de criminalidade são mais baixas em Malta do que na maioria dos países europeus. Em particular, Malta tem uma taxa de segurança mais elevada do que a França, a Espanha, o Reino Unido, a Rússia, a Itália ou a Austrália. Não há áreas em que os viajantes para Malta não possam viajar. No entanto, deve estar atento ao distrito nocturno de Paceville, onde o álcool e as festas por vezes atraem carteiristas e oportunistas.

Há medusas em Malta?

O arquipélago de Malta vê a chegada de medusas de tempos a tempos. Alguns deles, como o la Mauve Stinger, la Box jellyfish o encore la Portuguese Man O’ War ser muito picantes e causar queimaduras graves. As medusas perigosas são indicadas pela presença de uma Bandeira Púrpura. Por conseguinte, é importante seguir as instruções de banho nos postos de primeiros socorros, de modo a não ver a sua viagem a Malta estragada.

O topless é permitido em Malta?

O topless ou não usar a parte de cima de um fato de banho é proibido em Malta e muito mal visto pelos habitantes da ilha.

Qual é a idade legal para beber em Malta?

A idade legal para beber em Malta é de 17 anos. Como os controlos de identidade não são sistemáticos, ainda é comum que os adolescentes tenham acesso ao álcool abaixo da idade legal.