Em que país é melhor aprender inglês?

Falar inglês é agora uma habilidade que oferece muitas oportunidades.
Mas como você aprende inglês?

Quando os cursos ou séries de inglês na língua de Shakespeare não são suficientes, o método mais eficaz é a imersão total no exterior.

Seja um intercâmbio universitário, uma estadia lingüística ou um emprego no exterior, ir para um país de língua inglesa é muitas vezes a melhor maneira de aprender inglês no menor tempo possível. Aqui estão os melhores países para aprender inglês.

10 países para aprender inglês
Compartilhar

1. Inglaterra

A língua inglesa, embora falada em muitos países, vem primeiro da Inglaterra. Portanto, é na Inglaterra que você aprenderá o “melhor” inglês, ou pelo menos o inglês mais padronizado, também conhecido como “The Queen’s English” ou “BBC English”.

Big Ben em Londres

Localizada não muito longe de Portugal, a Inglaterra continua sendo um destino popular, graças à sua cultura única. A Inglaterra oferece paisagens variadas e diferentes tipos de atmosfera, dependendo do local. Você pode escolher um destino urbano (Londres, é claro, mas também Manchester ou Liverpool), ou uma cidade costeira (Brighton, Bournemouth ou Bristol).

O mau da Inglaterra é provavelmente o clima e o custo de vida. O clima inglês não é o primeiro motivo para ficar na Inglaterra, você descobrirá rapidamente o significado da expressão it’s raining cats and dogs!

Viver na Inglaterra também custa um pouco mais do que em Portugal. Se você quiser estudar inglês lá ou trabalhar na Ilha Britânica, você tem que orçar muito dinheiro.

A Inglaterra é famosa por seu ambiente universitário, com universidades de classe mundial como Oxford e Cambridge atraindo mais de 300.000 estudantes de todo o mundo a cada ano.

A Inglaterra também é popular por suas escolas de inglês que oferecem cursos de idiomas. As escolas de inglês podem ser encontradas nas principais cidades (Manchester, Liverpool, Cambridge…), ao longo da costa e, claro, na capital, Londres.

2. Malta

O pequeno arquipélago de Malta, ao largo da costa da Sicília, tornou-se nos últimos anos um dos principais destinos para o aprendizado do inglês. Malta, uma antiga colônia britânica, é uma ilha de língua inglesa e o inglês é um dos dois idiomas oficiais do país.

Praia da Baía de Qarraba em Malta

Além de oferecer um cenário mediterrâneo (sol e mar), Malta tem muitas atrações para seduzir os viajantes que querem melhorar seu inglês. Muitos expatriados optaram por se estabelecer em Malta, criando um ambiente muito internacional e multicultural. Malta é simultaneamente uma terra de paisagens privilegiadas e um ambiente cosmopolita propício a reuniões.

A ilha tem uma grande universidade localizada em Msida, onde é possível seguir muitos cursos, mas o arquipélago é acima de tudo famoso por suas muitas escolas de língua inglesa para estudar inglês.

Todos os anos, mais de 80.000 estudantes de todo o mundo vêm a Malta para aprender inglês em uma das 35 escolas certificadas pelo ELT (English Language Teaching). Além disso, os preços mais acessíveis do que na Inglaterra também são um argumento a favor.

3. Irlanda

A Irlanda é sem dúvida um dos países mais bonitos e atraentes para se aprender inglês. Uma população calorosa e acolhedora, paisagens e folclore, mas também um grande número de estudantes internacionais para uma integração mais fácil.

Castelo na Irlanda

Ir para a Irlanda geralmente significa ir para Dublin ou Cork. Dublin vai seduzi-lo com seu dinamismo e o grande número de estudantes internacionais com os quais você pode aprender a falar inglês. A cortiça, por outro lado, é uma cidade de médio porte e o seduzirá com sua simpatia e seu lado autêntico. Seja qual for sua escolha, não se esqueça de trazer um guarda-chuva! O clima irlandês é (muito) chuvoso.

Você deve saber que a Irlanda tem apenas 9 universidades, portanto, se você quiser fazer um intercâmbio universitário, a escolha será bastante rápida. A Irlanda também é conhecida por hospedar os centros administrativos de muitas grandes empresas digitais (PayPall, Facebook, Google, etc.); empresas que estão procurando muitos perfis de expatriados para seus serviços internacionais (call center e atendimento ao cliente). É uma grande oportunidade de combinar trabalho com aprendizado de inglês.

Se você está procurando um curso de inglês na Irlanda, existem muitas escolas especializadas: EC, EF, Kaplan, etc. Os preços na Irlanda são ligeiramente mais baixos do que na Inglaterra, mas você deve esperar pagar cerca de 1.500 euros por um curso de duas semanas na Irlanda (o preço varia de acordo com o número de horas de aula e o tipo de acomodação escolhida).

4. Escócia

A Escócia, no norte do Reino Unido, é um país com uma forte identidade em um ambiente selvagem e montanhoso (os Cairngorms, Highlands, etc.). A Escócia é para você se você gosta de rugby, autenticidade, paisagens rurais ou se você se sente como William Wallace.

Castelo na Escócia

Para aqueles com um nível de inglês iniciante (A1 ou A2), o sotaque escocês será difícil de aprender no início de sua estadia. Entretanto, há muitos estudantes estrangeiros nas cidades de Glasgow e Edimburgo (a capital). Se você planeja estudar em uma escola de inglês (EF, Inlingua, The Language Institute Edinburgh ou a IH), você estará cercado de estudantes estrangeiros para uma integração mais fácil.

A Escócia se esforça para atrair estudantes e criou um programa específico de bolsas de estudo: o “SAAS Scotland Programme”. Um programa, sujeito a condições, que permite aos estudantes estrangeiros se beneficiarem de taxas escolares e bolsas de estudo gratuitas.

5. País de Gales

O País de Gales, no sudoeste da Grã-Bretanha, oferece uma excelente alternativa a outros países do Reino Unido. Este pequeno estado de 3 milhões de pessoas oferece um ambiente único e intacto, uma mistura de paisagem ondulante e montanhosa e uma forte cultura celta.

Porto de Tendy Wales

Entretanto, tome cuidado com o sotaque galês, que pode ser difícil (muito difícil) de entender nos primeiros dias de sua estadia no idioma.

Cardiff e Swansea são as duas cidades que mais atraem os estudantes. Duas cidades costeiras conhecidas por sua atmosfera, vida noturna animada e numerosos eventos culturais. Universidades e escolas de língua inglesa estão presentes para atender às expectativas de todos os alunos.

6. Estados Unidos

Os Estados Unidos continuam sendo o país que mais atrai os estudantes em busca do “The american dream”. Escolher ir para os Estados Unidos não é uma tarefa fácil: você tem que atravessar o oceano, mas acima de tudo você tem que passar por muita burocracia para descobrir o excesso americano.

Edifícios de Nova Iorque à noite Estados Unidos

O tecido acadêmico dos Estados Unidos é uma força inegável. Há mais de 18 milhões de estudantes nos Estados Unidos, dos quais um milhão são estudantes internacionais estudando em mais de 4.000 instituições de ensino superior. Os Estados Unidos são também o país com as melhores universidades do mundo. 15 das 20 melhores universidades do mundo são americanas (Clasificación de Shanghai).

Se você quiser aprender inglês nos Estados Unidos em imersão, você terá uma grande variedade de opções. O país é enorme e oferece um grande número de escolas de língua inglesa, além de suas universidades. Você pode descobrir cidades míticas como Nova Iorque durante uma estadia na Brooklyn School of Language, na popular Oxford House de Miami.

7. Canadá

O Canadá é uma mistura única da cultura anglo-saxônica e européia em um imenso território, tanto selvagem quanto hiper-urbano em suas grandes cidades. O Canadá tem muito a oferecer para seduzir os viajantes, mas é acima de tudo o país de grandes espaços naturais e preservados.

Vancouver à noite no Canadá

Para aprender inglês no Canadá, é melhor ficar longe da província predominantemente francófona de Quebec (embora o inglês seja usado no mundo dos negócios), e preferir regiões como Alberta ou British Columbia. O Canadá é um dos países mais abertos aos estudantes estrangeiros, com quase meio milhão de jovens matriculados em cursos universitários a cada ano, portanto, há muitas oportunidades.

Não faltam escolas que oferecem cursos de inglês no Canadá, de Toronto a Vancouver e Victoria. Uma maneira alternativa de aprender inglês no Canadá é combinar trabalho com aprendizado.

O Canadá é um dos países mais atraentes para os jovens. Muitos adultos jovens, de 18 a 30 anos, solicitam um Working Holiday Visa (WHV), uma das melhores maneiras de aprender inglês enquanto trabalham.

8. Austrália

A Austrália é um destino popular para estudantes, mochileiros e jovens em busca de aventura. Não é apenas um país de língua inglesa, mas também um país de aventura famoso por seu recife de corais, deserto selvagem (outback) e famosos cangurus.

Ópera de Sydney à noite

Ir para a Austrália tem uma vantagem, o país é economicamente muito dinâmico com uma baixa taxa de desemprego (menos de 5% em 2021): é, portanto, relativamente fácil encontrar um emprego para financiar sua estadia. As fazendas do país estão sempre à procura de trabalhadores e oferecem salários suficientes para financiar sua estada no exterior enquanto você aprende inglês.

Escolher a Austrália para aprender inglês tem dois inconvenientes: a barreira financeira para entrar e a burocracia. Em geral, é preciso planejar um orçamento considerável antes de viajar para a Austrália, cerca de 8.000 euros para financiar o vôo e os primeiros meses na ilha. Também são necessários procedimentos administrativos para obter um visto: eVisitor (subcategoria 651), Electronic Travel Authority (ETA) visa (subcategoria 601) ou WHV para menores de 30 anos, que muitas vezes são complicados.

As cidades da costa leste do país (Melbourne, Sydney e Queensland) são uma excelente base para estudantes que procuram um intercâmbio universitário ou para encontrar uma escola de língua inglesa.

9. Nova Zelândia

A Nova Zelândia é provavelmente o destino mais remoto para aprender inglês, mas é também um dos mais belos países com suas paisagens de sonho. Impressionantes paisagens intocadas de mar e montanhas. Se você quer aprender inglês e ter uma aventura no conjunto do Senhor dos Anéis, Avatar ou O Último Samurai, a Nova Zelândia é o lugar a ser.

Auckland, Nova Zelândia

O custo de viajar de avião para a Nova Zelândia pode colocar muitos viajantes fora da viagem até o fim do mundo na Terra da Longa Nuvem Branca, mas uma vez lá, o cenário e as instalações valem bem a pena.

10. África do Sul

Os destinos africanos para estudar inglês são poucos e distantes, embora a África tenha 19 países de língua inglesa: Gana, Quênia, Ilhas Maurício, Uganda, Seychelles, etc. De todos os países africanos, a África do Sul, um membro fundador da Commonwealth, é o destino africano de língua inglesa mais popular. A “Nação Arco-íris” ou país de Nelson Mandela oferece um caldeirão cultural único, com 11 idiomas oficiais, mas onde o inglês continua sendo o principal idioma de intercâmbio.

Cidade do Cabo, a capital da África do Sul

O custo de vida é relativamente baixo na África do Sul. Isto o torna muito acessível. Entretanto, deve-se notar que o país está passando por um período de instabilidade política, o que torna este destino temporariamente um pouco mais arriscado. É um destino que só deve ser considerado para viajantes experientes. Verifique sempre com o consulado para garantir sua segurança.